Explicações sem sentido:

sexta-feira, 5 de outubro de 2012

No fim das contas.


Nós não parecemos o que somos, bom, por um lado sim. Somos amigos. Mais do que isso, você é meu confidente. Pior do que isso, você aguenta todas as minhas dores, as vezes causadas por você. Imagino que deve ser difícil, mesmo que não reclame, mesmo que não surte. Eu peço desculpas por ser complicada, medrosa e boba. Posso explicar. Sou complicada por ser adulta, mesmo que não achem, por entender das coisas, mesmo que não acreditem, é difícil pra mim. Sou medrosa por um motivo, você. Depois de tanto esforço, tanta explicação, eu consegui te conquistar, milagre eu digo. Seria ruim se tudo acabasse por uma coisa boba, como se não tivesse valido nada, principalmente quando você falou que teve vontade de desistir, juro, quase morri. Foi aí que descobri o medo. E boba, ah por favor, não tem coisa melhor do que tirar um sorriso teu.

2 comentários:

  1. priscyla, querida - que saudade! pq foi que eu desapareci daqui? - escrevi lá no blog algo relacionado com o seu post de hoje. essa amizade-amor, tão difícil de lidar. e você sabe né? a gente tem muito medo das coisas que quer muito...

    beijoca

    ResponderExcluir

Opiniões: