Explicações sem sentido:

quinta-feira, 30 de junho de 2011

estar aqui.



Um lugar tranquilo, uma vista boa, uma pessoa que me faça sorrir toda vez que olhar pra ela. Um olhar que me deixe sem graça, um beijo que me tire o fôlego e um roçar de bochechas que mostre carinho. Sonho com esse lugar todos os dias e todas as noites, antes de dormir e depois de acordar. O único lugar em que depois de uma briga tuda melhora, em que a chuva não atrapalha, onde a distância não existe. Onde tudo é ali e agora, sem regras e sem mentiras. O meu lugar, que tenho triteza em dizer, que aqui na realidade, não vai acontecer do mesmo jeito.

Um comentário:

Opiniões: