Explicações sem sentido:

terça-feira, 9 de agosto de 2011

Você é brisa.



Eu fico ali, com tua cabeça deitada no meu colo, tentando gravar todas as imperfeições que me prendem, que me fazem ficar extasiada com o amor em teus olhos. Tentando imaginar o que será de nós daqui um dia, um mês, um ano... Seu toque é como a brisa, me dá sono, tranquilidade exceto por uma pontada de dor, que nunca vou conseguir identificar.

Um comentário:

  1. É aquela sensação de perda que sempre estão a nos atormentar.
    Adorei.
    Beijo.

    ResponderExcluir

Opiniões: