Explicações sem sentido:

sábado, 10 de novembro de 2012

Um pedido pra noite.



E no começo eu podia jurar que não podia piorar, é eu fui ingênua. Meu único princípio em relação a você desde o começo foi querer ir com calma, deixando as coisas rolarem, te conhecendo melhor. Só que eu não imaginava esse carinho tão grande, você me encantou. Antes eu gostava da sua companhia, agora eu gosto de você. Quem dera se as coisas corressem a nosso favor, quem dera. Entre os meu pedidos da noite, o que está lá todos os dias, é que de alguma forma, esse receio possa acabar, ou que de algum jeito eu possa ajudar a tirá-lo de você, nem que seja aos poucos, mas que possa sumir. É o maior dos obstáculos, o mais problemático, o que está te mudando, o que me machuca. Eu quero de alguma forma, ajudá-lo a não ter esse receio, como você me ensinou a ter paciência, uma coisa que eu achava que nunca poderia conseguir.

Um comentário:

Opiniões: