Explicações sem sentido:

terça-feira, 24 de maio de 2011

Provocação




Você simplesmente apareceu. Não como nos dias que apenas solta um 'oi', mas ontem o alvo fui eu. Fui eu quem você quis provocar, fui eu que você quis pra jogar essa conversa misteriosa, esse seu olhar cafajeste. Mesmo que dessa vez não tenha sentido o gosto da tua boca, eu não resisti. Não consegui resistir como das outras vezes, eu realmente precisava do seu toque, do seus braços em volta de mim. Talvez o destino tenha ajudado a não me arrepender mais uma vez dos meus atos e não deixou você me beijar, relembrar teu gosto e teu cheiro mais de perto. Mas eu fiquei na vontade, e nessa vontade eu vou me segurando, pra que hoje, não aconteça desse jeito.

3 comentários:

Opiniões: